Aprendizagem Personalizada

O Gustavo Henn é o diretor de Educação à Distância da ExtraLibris. E está desenvolvendo um excelente trabalho com o Biblioteconomia para Concursos. Ele encontrou e traduziu este texto inspirador para a página que estamos desenvolvendo o nosso projeto de EAD, que nos serve de inspiração:

Como educadores, precisamos pisar fora da nossa “zona de conteúdo confortável” e compartilharmos a nós mesmos: coisas pelas quais somos apaixonados. Precisamos para de vender conteúdo e mostrar que estamos aprendendo também.

Então, quando nós formos começar qualquer curso, vamos iniciar explicando nossas razões pessoais para a escolha deste e daquele livro, deste e daquele tema. No lugar de inundar os alunos com bibliografias, fatos históricos e leituras suplementares, nós iremos contar a eles nossa própria história e explicar por quê somos apaixonados pelo assunto do curso.

* Vamos contar como e por quê nos tornamos apaixonados pelos temas

* Vamos contar as viagens e loucuras que já fizemos para nos aprofundarmos nele.

* Vamos contar e mostrar o que nós vimos.

* Vamos compartilhar notícias de jornais e os livros que compramos em sebos.

* Vamos contar que nossos pais, avós, amigos distantes, conhecidos, têm alguma ligação com isso.

* Vamos mostrar todos os lados da paixão, inclusive os difíceis.

* Vamos mostrar o que tivemos que aprender.

* Vamos mostrar o que tivemos que desaprender.

* Vamos contar as promessas que fizemos a nós mesmos de um dia ensinar todas essas coisas que aprendemos sozinhos guiados pela paixão por um tema.

* Vamos mostrar que toda nossa contribuição será na forma de um ou dois textos, e vamos encorajá-los a trazer e criar seus próprios textos.

* Vamos pedir para que foquem em um tópico com o qual vocês se importam.

* Vamos mostrar os textos (impressos e eletrônicos) que colecionamos através dos anos.

* Vamos mostrar nossos RSS feeds e Google Alerts.

* Vamos mostrar nosso delicious.

* Vamos mostrar nosso flickr.

* Vamos mostrar as fontes que criamos para professores e estudantes aprenderem mais sobre um tema.

* Vamos mostrar as várias ferramentas que usamos para expandir nosso conhecimento.

* Vamos mostrar que conhecimento é um processo ativo.

* Vamos mostrar nossa rede de trabalho.

* Vamos contar que não somos experts e que há muitas coisas que precisamos aprender.

* Vamos contar que nós podemos criar um ambiente onde aprender pode ser profundamente pessoal.

* Vamos convidá-los a criar seus próprios textos e construir suas próprias redes.

* Vamos encorajá-los a encontrar experts e fazê-los parte de suas redes.

* Vamos contar que nossos textos estarão interconectados não somente porque eles estarão todos online mas porque aqueles que são apaixonados por suas idéias entendem a importância de compartilhar seus pensamentos e suas descobertas.

* Vamos dizer aos nossos estudantes que esperamos aprender deles e com eles.

(adaptado do original em blog of proximal development)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>